Cirugía

Ventajas, Desventajas e Indicaciones del Electrobisturí
Vantagens, Desvantagens e Indicacoes do Eletrobisturí

Envios SMS masivos baratos
Adriano Caló - Cirurgião-Dentista
CRO-SP 23.373
Rua Maranhão,554 cj. 63
01240-000 S.Paulo SP Brasil
E-Mail: caloas@apcd.org.br


A Eletro-Cirurgia pode ser definida como sendo a aplicacao de uma corrente alternada de alta frequencia cujo efeito termico se utiliza para destruir ou seccionar tecidos vivos. Ao contrario do que se possa pensar, existe sangramento, se bem que reduzido, quando do uso do eletro-bisturi, bem como a anestesia local nao pode ser dispensada.

O aparelho, em si, e dotado de dois eletrodos: o POSITIVO, que geralmente e largo (uma placa, bracelete ou cilindro a ser segurado pelo paciente) e um NEGATIVO, que e o eletrodo cirurgico propriamente dito. Ao polo Negativo se adaptarao as pontas ativas, que estao a disposicao, no mercado, sob formas as mais variadas, como pontas de agulhas, pequenas esferas, pequenos circulos, etc.

Existem aparelhos que nao possuem o eletrodo positivo, pois geram altas frequencias (tecnica Unipolar), cujo circuito se fecha atraves da capacidade eletrica do paciente com respeito ao "terra", porem sua eficiencia nao e das melhores.

A ADA (American Dental Association), em 1.979, atraves do Council on Dental Materials, Instruments and Equipament, criou a Specification n. 44 for Eletrosurgical Equipment, onde e definido que o eletrobisturi deve possuir uma frequencia entre 1,5 e 4 MHz, com potencia que nao exceda 100 Watts (a literatura considera a potencia otima, entre 40 e 60 W) . Os equipamentos que atendem as exigencias da ADA, fabricados nos USA, possuem estampados, em suas embalagens, o selo da ADA, o que certifica que a norma n. 44 foi acatada na fabricacao do aparelho. Caso o aparelho nao seja de procedencia Norte-Americana, os valores de frequencia e potencia deverao, de qualquer forma, estar compreendidos dentro dos padroes da ADA que, normalmemte sao aceitos em todo o mundo. Os bisturis eletronicos podem funcionar de quatro formas diferentes: coagulacao, disseccao, eletrosseccao e fulguracao.
Em resumo: eles cortam ou "queimam" atraves de faiscas eletricas.

A literatura cita como VANTAGENS:
Como DESVANTAGENS, temos:
Com relacao ao uso do aparelho, a potencia deve se situar entre 40 e 60 W. Quando os tecidos comecam a aderir ao eletrodo, significa que a quantidade e a intensidade da corrente sao insuficientes. Se a potencia e excessiva, o eletrodo pode causar uma excessiva coagulacao ou a formacao de zonas necrosadas, tomando o bordo uma tonalidade amarelada. Se a velocidade de deslizamento for muito pequena, pode-se, tambem, observar este efeito. O desprendimento de fumaca significa que a intensidade da corrente e maior que o recomendavel.
Como dissemos, o treino e essencial, e pode ser iniciado em pedacos de carne bovina, mantidos na temperatura ambiente.

Existem algumas NORMAS DE SEGURANCA a serem adotadas:
As principais INDICACOES da literatura sao:
Quanto as CONTRAINDICACOES, a literatura cita:

Com relacao aos DANOS PRODUZIDOS NOS TECIDOS adjacentes, uma publicacao de Trevisan Jr., w. et alls. ("Estudo histologico comparativo da reparacao gengival pos-gengivectomia convencional e eletrocirurgica") onde sao comparadas gengivectomias tradicionais e gengivectomias com eletrobisturi, conclui que ate os 14 dias de pos-operatorio, "ha um retardo, com quadros reacionais mais alterados para a eletrocirurgia", e que "as diferencas na reparacao foram acentuadas no conjuntivo onde, na tecnica com eletrocirurgia encontrou-se estagio reparacional menos avancado em comparacao a tecnica convencional".

Estes autores concluem que "A eletrocirurgia, nao obstante induza maiores dificuldades iniciais no processo de reparo, quando corretamente indicada e executada, pode ser utilizada para realizacao de gengivectomias".

A literatura cita insistentemente a maior dor pos-opertoria da eletrocirurgia, quando comparada as tecnicas tradicionais. Ha ainda o aparecimento de alteracoes pulpares e a formacao de sequelas osseas, alem de retracoes gengivais.

Marcantonio Jr., E. et alls. em sua publicacao "Eletrocirurgia em Periodontia - Apresentacao de dois casos com necrose ossea" relatam que em dois casos em que foram usados os eletrobisturis para melhorar as caracteristicas gengivais com finalidades proteticas, houve a necrose do osso adjacente, com a fromacao de sequestros osseos de ate 8 mm.

Glickman e Imber mostraram em seu trabalho que quando se utilizou a eletrocirurgia longe do tecido osseo, a reparacao foi semelhante a da tecnica convencional. Quando se aproximou do tecido osseo, na eletrocirurgia,houve uma demora na cicatrizacao, maior retracao, perda na altura ossea, com necrose e sequestro osseo.

Assim, estes autores concluem que a eletrocicurgia pode apresentar bons resultados e a retracao gengival e a necrose ossea sao atribuidas a falhas na regulagem do aparelho, indicacao incorreta e inabilidade do operador.
Esta información fue suministrada por la persona citada al inicio.


Trabajos Cientificos . Interconsultas Médicas . Chat . Shopping Dental . Foros Odontológicos . Productos y Servicios . Calendario de Eventos . Noticias . Soy Dentista, ¿Cómo puedo aparecer Aquí? . Páginas Gratis para Odontólogos . DENTAL World Club . Avisos Clasificados . Para Pacientes... . Entretenimientos . Asociaciones Dentales . Libro de Visitas . Recursos . ¿Cómo Anunciar en Dental World? . Página Inicial . English Home Page
©1996-2017 GB Systems/DENTAL World. Todos los derechos reservados.